Festa de Encerramento dos Jogos Paralímpicos no Maracanã

by
Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Foi mais uma noite especial. De emocionar e de levantar o público e mexer com os atletas, que também agradeceram com faixas de “obrigada Brasil”. Diversos estilos de música e um cenário como se fosse um grande cinema, sem falar nos fogos e o show final com Ivete Sangalo. Demais

maracana

Para a apresentação, no telão, o tradutor do Google entrou em cena, que temos visto espalhados pela cidade durante toda a Rio 2016, fazendo todas as traduções. Ele foi o mestre de cerimônias digital, com tudo falado e escrito no mega telão.

Foi uma festa que público, atletas e artistas eram um só. Tanto que no final quando a música acabou, o público continuou cantando – “Alegria, Alegria”.

 

Teve dança do passinho, teve Vanessa da Mata, teve mistura dos tambores dos Batuqueiros do Silêncio, sob o comando de Gaby Amarantos; a guitarra baiana de Armandinho; o rock pesado de Andreas Kisser; a guitarra de Johnatha Bastos, que não tem os dois braços e toca com os pés. Tudo junto e misturado.

Como parte da cerimônia a passagem da bandeira do Prefeito Eduardo Paes para a Governadora de Tokyo, Yuriko Koike . Uma mistura de reações, com algumas vaias, aplausos e nada de significativo como aconteceu com o #foratemer na abertura das Paralimpíadas.

Mais uma vez, os discursos de Sir Philip Craven, presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), e Carlos Nuzman, presidente do Comitê Rio 2016, foram muito aplaudidos. Entre as frases: Os brasileiros não desistem nunca.

E quem veio de novo, igual ao que aconteceu na abertura, foi a chuva. O vento veio forte e depois a chuva chegou, mas a animação ficou. Os atletas têm que se superar até na hora da festa e foi o que fizeram. Capas de chuva para muita gente, foram acomodados em alguns locais mais protegidos, mas ficaram firmes.

Mas.. acabou gente. Mas tem tanta história para contar que faremos isso. A toda hora passa um filme na cabeça, lembrando de momentos. Não dá para apagar as luzes e só da até logo. Nossa, como tem momentos para lembrar. Dias fantásticos que ficarão pra sempre na memória do mundo todo.

Conseguimos, gente. Nós, realmente, conseguimos.

maracana7 maracana6

20160918_cpupo_encerramento_328576

maracana5

maracana4

maracana3

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus
Facebooktwittergoogle_plusrssyoutubeinstagramFacebooktwittergoogle_plusrssyoutubeinstagram

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *