Fim de Jogo: Botafogo 1 x 0 Atlético Nacional

by
Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Mais uma vez a torcida alvinegra compareceu em grande número no Nilton Santos, afinal, Libertadores virou sinônimo de festa e casa cheia. Teve novamente mosaico, fogos de artifício e cantoria e (a novidade) gritos de “Fora Sassá”– isso não foi bem uma comemoração. Foi um desabafo da galera. O público de 33.317 pessoas fez justiça e cantou boa parte do tempo, e saiu com a vitória no bolso em cima do Atlético Nacional. Noite gloriosa para os alvinegros, não? Sem dúvidas não foi uma quinta-feira qualquer.

O primeiro tempo começou com ataque do time alvinegro, o que levantou a torcida mais ainda, e nem a bola da trave foi capaz de calar a cantoria. O Atlético Nacional até tentou aproveitar um erro de Gatito, mas foi apenas um susto. O Botafogo pressionou boa parte dos primeiros vinte minutos, porém a defesa do visitante estava fechada e bem posicionada.

O time colombiano reagiu nos minutos finais e deu trabalho para o alvinegro, sem abrir espaço para criações. O grito de gol tão esperado pela torcida não foi liberado no primeiro tempo. Ficava a expectativa para o próxima etapa do jogo.

Se o grito de gol havia ficado preso na garganta no primeiro tempo, não demorou muito para ele ser solto de uma vez. Nos minutos inicias, Rodrigo Pimpão balançou a rede levando a torcida botafoguense à loucura. E podemos ser sinceros? O início do jogo e mesmo depois do primeiro gol, o jogo ficou bem morto, viu? Com poucas criações das duas as equipes, e sem emoção.

Contudo, o Botafogo acordou por volta dos 30 minutos, buscou ampliar o placar, sem sucesso. Dominou boa parte do restante do tempo, e soube fechar a zaga direitinho, sendo assim, não teve muito trabalho com o Atlético Nacional. E em uma partida equilibrada, o Botafogo saiu classificado, e encerrou aos cantos de “ninguém cala esse nosso amor”. Público pagante: 30.813; público presente: 33.317 e renda de R$1.252.810,00. (Fotos: Celso Pupo)

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus
Facebooktwittergoogle_plusrssyoutubeinstagramFacebooktwittergoogle_plusrssyoutubeinstagram

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *