Botafogo, Libertadores 2017 — 11/08/2017 at 00:18

Libertadores: Botafogo 2 x 0 Nacional (URU)

by
Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Se havia uma data pela qual a torcida botafoguense estava esperando ansiosamente era essa: 10 de agosto de 2017, dia de Libertadores. O alvinegro enfrentou o Nacional do Uruguai, pelas oitavas de final da competição, com casa cheia. Os ingressos esgotaram, e a promessa de festa bonita foi cumprida.

Chuva de prata, fogos de artifício, luzes e cantoria, se o objetivo era ser o décimo segundo jogador, conseguiu. E junto com o time, seguiram para mais uma fase. E dessa vez resolvemos mostrar a festa de outro ângulo, afinal o Setor Oeste sempre fica meio nos bastidores. Nesta quinta-feira, foi a vez deles também.  (Cobertura Cris Dissat e Tainá Oliveira)

O Botafogo tinha a vantagem de ter ganho o jogo fora, mas quem disse que fez corpo mole por conta disso? Muito pelo contrário. Mostrou para que veio logo no começo do jogo, especificamente aos dois minutos, quando Bruno Silva balançou a rede. A torcida mal tinha acabado de comemorar quando Rodrigo Pimpão, aos cinco, marcou novamente, explodindo a arquibancada.

Nem as fotos da festa na entrada do time tinham ido para o Twitter e o placar já marcava 2 x 0.

O time uruguaio voltou determinado a buscar a virada de qualquer jeito, e mostrou isso nos minutos iniciais, mas além da boa atuação da zaga botafoguense, Gatito soube muito bem se defender. O Botafogo dominou o jogo, teve boas oportunidades de outros gols, defendidos por Esteban Conde. Apesar do domínio, Libertadores é Libertadores e era nítida a tensão nas arquibancadas.

O alívio só veio mesmo já no finalzinho da partida. Com certeza, a maioria vai ver os VT porque boa parte dos lances nem foram registrados na cabeça do torcedor.

Nervoso com o placar, o time do Nacional começou a jogar de maneira irregular, e gerou diversos cartões. Logo depois de um lance quente, já no final do jogo, a torcida uruguaia, insatisfeita com a situação, começou a arrancar as cadeiras, arremessando no estádio, atrás do gol do setor Sul. Policiamento entrou e os seguranças também. Segundo o Major Silvio Luis, do Gepe, com quem conversamos logo na saída, torcedores foram detidos e permaneceriam dentro do estádio até que os arredores estivessem sem torcida do Botafogo para evitar problemas. Parece que foram mais de  200 cadeiras danificadas.

A Torcida respirou, deixou o problema pelo menos naquele momento e comemorou muito a vitória. Botafogo seguiu triunfante para a mais uma etapa da Libertadores. No total, 36.133 pagantes, 40.050 presentes, e renda total de R$ 2.470.785,00.

 

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus
Facebooktwittergoogle_plusrssyoutubeinstagramFacebooktwittergoogle_plusrssyoutubeinstagram

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *