Brasileirão 2017: Botafogo 1 x 2 Atlético GO

by
Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Os torcedores do Botafogo foram ao estádio Nilton Santos esperando reencontrar aquele Alvinegro que os encantou durante a Copa Libertadores. Mas, deixaram o estádio sob protestos e aos gritos de “time sem vergonha” após a segunda derrota seguida em casa.

Foto: Twitter oficial do Botafogo

Muito pressionado, o Glorioso teve dificuldades diante do Atlético Goianiense. Nos primeiros 45 minutos de jogo, viu o adversário um pouco melhor em campo e sair na frente do placar com Jorginho.

O gol sofrido deixou a torcida, que já estava na bronca, ainda mais chateada. Algumas vaias começaram a ser ensaiadas nas arquibancadas, mas logo foram abafadas pelo grito de gol. No finalzinho da primeira etapa, João Paulo deixou tudo igual para o Alvinegro.

No intervalo, o que se ouviu foi uma mistura de vaias com aplausos. Apesar de ter tido duas boas chances, com o goleiro do Atlético Goianiense fazendo grandes defesas, o Botafogo sofreu com as bolas aéreas no primeiro tempo.

Na etapa final as vaias voltaram. Bruno Silva foi o mais perseguido pela torcida. Ao ser substituído fez gestos para as arquibancadas dando a entender que estava de saída do clube.

Nesta altura do jogo os nervos já estavam aflorados, tanto da torcida quanto dos jogadores. O Dragão havia passado a frente no placar com Luiz Fernando, aos 14 minutos.

O Botafogo ainda tentou reagir mas, nervoso e pressionado pelo seu torcedor, não evitou a derrota por 2 a 1. Os jogadores deixaram o campo sob vaias e sem dar entrevistas.

Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus
Facebooktwittergoogle_plusrssyoutubeinstagramFacebooktwittergoogle_plusrssyoutubeinstagram

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *