Botafogo 2 x 2 Cruzeiro: O Pior Empate

by
Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

A gente sempre fica pensando em algo para escrever para suavizar um momento ruim de um jogo ou de um campeonato. Mas dessa vez ficou difícil, o empate em 2 x 2 em Botafogo x Cruzeiro, com gols de Brenner e Ezequiel, deixava o time em oitavo no Brasileirão 2017. Mas logo depois, tudo mudava e a frustração foi geral. A falta de energia no jogo entre Atlético Mineiro e Grêmio atrasou o fim do jogo lá e o resultado final sairia depois, empurrando o Botafogo para décimo lugar. O sonho acabava.

foto Celso Pupo

A Torcida compareceu, apoiou e cantou bastante. Foram 20.636 presentes, 18.354 pagantes e renda R$ 256.700,00, o que mostrava que o pedido de apoio tinha sido atendido. O pessoal fez o trabalho direito e o time até que não jogo tão mal assim. Não foi uma boa partida, mas conseguiram boas jogadas e arrancadas. Várias vezes brigou e conseguiu empatar a partida. O Cruzeiro jogando mais descansado, nem sentiu a expulsão.

Quando o jogo terminou, vários torcedores ainda ficaram e a movimentação na Tribuna de Imprensa começou a aumentar em função dos gols que saiam nos momentos finais de outros jogos. De repente vinha a informação – gol do Atlético Mineiro, que passava o Botafogo. O time alvi-negra ficado de fora da Libertadores, com o empate.

Dentro do estádio algumas reclamações, vaias, mas o problema maior aconteceu do lado de fora. Torcedores revoltados tentaram invadir o estádio e o confronto com a polícia tomou conta da Rua das Oficinas. Entramos ao vivo pelo Periscope do @fimdejogo, mas sem chance de sair. Bombas e confronto entre torcedores e policiamento fizeram os portões serem fechados. Uma mulher passou mal e foi colocada para dentro e conversei com um torcedor que acabou levando um tiro de bala de borracha no pé. Ele entrou para pegar o carro no estacionamento e foi confundido com os que queriam invadir.

 

foto Celso Pupo
foto Celso Pupo

Foram vários minutos com a confusão generalizada no acesso do setor Norte e os carros que estavam ali, eram desviados para sair pelo setor Oeste, na Rua José dos Reis.

Sabemos que não adianta dizer que a torcida não merecia esse sofrimento. O jeito é respirar, dar um tempo, entrar em férias para recuperar tudo de novo. Afinal a cada ano, tudo começar de novo. Força ai gente.

foto Celso Pupo.
Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus
Facebooktwittergoogle_plusrssyoutubeinstagramFacebooktwittergoogle_plusrssyoutubeinstagram

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *