Copa Sul-Americana 2017, Flamengo, Maracanã — 14/12/2017 at 16:13

Flamengo x Independiente: Entorno do Maracanã

by
Facebooktwittergoogle_plusFacebooktwittergoogle_plus

Sabíamos que o pré-jogo entre Flamengo x Independiente seria de muita movimentação, e assim foi, mas pior do que imaginávamos. O relógio marcava pouco menos de 16h, quando os primeiros torcedores chegaram no entorno do estádio. Por volta das 18h, já havia um grande número de rubro-negros, e além deles, também estavam integrantes da torcida do Independiente, o que acabou causando confusão.

Atendendo o apelo dos organizadores, somada à ansiedade para entrar, a torcida do Flamengo chegou cedo e as filas para os acessos aumentou a partir das 18h, mas logo que os portões abriram a situação melhorou, isso por volta das 19h.

Os torcedores do Independiente que chegaram mais cedo, se aglomeraram na entrada de acesso da imprensa, junto com jornalistas que não tinham tido credenciamento aprovado, principalmente os argentinos. Queriam dar o tradicional “jeitinho”.

 

 

Contudo, após a chegada dos seguranças e a abertura dos portões tudo se calmou, porém, por pouco tempo. Haviam boatos de que ingressos tinham sido liberados para a torcida do Independiente entrar pelo setor leste-inferior. Tivemos a confirmação que muitos ingressos falsos estavam com os argentinos, que foram barrados na entrada e esse procedimento acaba atrapalhando o restante do acesso dos demais torcedores. Nessa hora, nossa equipe se dividiu, ficando parte dentro do estádio e parte fora. Nesse período a equipe do Fim de Jogo não viu nada de anormal nos primeiros momentos.

Por medidas de precaução, e já conhecendo bem o Maracanã,fizemos a opção de dar uma volta no entorno bem cedo e a segunda do alto, pelo anel superior do estádio.

Muitos ingressos falsos foram apreendidos, e muita gente ficou do lado de fora. Na primeira volta, observamos barreiras de acessos no setor Norte – acesso E, para quem não tinha ingresso, mas o F, que fica do lado da Radial Oeste não tinha barreiras. Mais tarde, grupos que geralmente recebem escolta do GEPE para chegar ao Maracanã, vieram sozinhos. Acompanhamos pelo menos dois, que vieram da estação de trem Maracanã.

Já conhecemos muito essa chegada para observar que o clima não era tranquilo, não pelos torcedores, mas por tudo em volta. Ambulantes demais, sendo que muitos deles, já se sabe que não são e as outras práticas que todo mundo sabe qual é. Não vimos aquele trabalho ostensivo da Guarda Municipal que, inclusive, provoca correria entre os vendedores.

Hora de subir, e tentar registrar a chegada dos times, já que havia uma previsão de uma corrente de sinalizadores para a passagem do ônibus do Flamengo. Diferente do que acontece nos jogos, habitualmente, houve uma mudança de trajeto e no ônibus usado. Mesmo assim, a festa foi bonita. Antes, problemas na chegada do ônibus do Independiente. Muita gente na pista da Radial Oeste, policiamento chegando, mas que não conseguiu controlar, no primeiro momento, o avanço do pessoal. Durante a passagem do ônibus, bombas para dispersar e um corre corre que pegou muitos torcedores que estavam na calçada em direção aos acessos.

Até esse momento, era muito mais agitação do que confusão. Não podemos dizer que foi sorte, porque não temos registros de toda a baderna que aconteceu, além da invasão por volta das 21h.

O que podemos dizer em relação a isso, se é que podemos chamar isso de positivo, é que é preciso um Manual para ir ao jogo. Como fazemos isso há anos, sabemos por onde ir, como evitar a confusão e se afastar de tanto problema, que foi registrado por diversas câmeras de televisão.

É isso que sempre tentamos passar aos torcedores há quase 14 anos. Encontrar uma forma de ir a um jogo sem ter que passar pelo caos que se transformou o entorno.

 

 

 

Facebooktwittergoogle_plusyoutubeinstagramFacebooktwittergoogle_plusyoutubeinstagram

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *